18/11/2013

CAMP. TRINDADENSE: SANTOS GOLEIA E TÁ NA FINAL

EM DIA DE GRANDE INSPIRAÇÃO, NANDO SAI DO BANCO DE RESERVAS PARA LEVAR O SANTOS À GRANDE FINAL DO CAMPEONATO TRINDADENSE.

O Santos entrou em campo em sono profundo e, quando acordou, aos 14 minutos do primeiro, já estava perdendo por 2 a 0. O técnico Ricardo Moreira não esperou nem um minuto a mais e começou a
fazer substituições.

E a primeira alteração não poderia ser mais acertada. Sacou o zagueiro Joel e colocou o atacante Nando, que não demorou muito para infernizar a vida do Sport da Vila São Pedro.

Aos 22 minutos, Nando percebeu Lelê adiantado e quase da linha de fundo, com grande maestria encobriu o goleiro. Daí em diante o Sport VSP começou a perder forças, enquanto que o adversário crescia na partida a cada minuto.

O atacante Edicarlos, de costas para o gol, dominou a bola dentro da área e tentou o drible em direção à linha lateral, de onde dificilmente faria o gol. Ingenuamente o lateral esquerdo Divan, ainda abalado pelo gol sofrido há poucos minutos, fez falta no atacante do Santos e o árbitro Gildásio Pereira, acertadamente, marcou pênalti e aplicou o cartão amarelo para o infrator.

Como o momento era bastante favorável ao time do Santos, vários jogadores se apresentaram para cobrar a penalidade máxima. E Nando deixou? Que nada. Colocou a bola debaixo do braço e se preparou para a cobrança, que foi convertida no canto esquerdo do goleiro Lelê. 2 a 2.
   
video

 O time da Vila São Pedro ficou tão atordoado depois de sofrer o gol de empate, que em pouquíssimos minutos levou a virada. Edicarlos marcou o terceiro gol.

Para complicar ainda mais a vida do Sport VSP, o time sofreu o quarto gol antes do fim do primeiro tempo. Yago foi o encarregado  de dar números finais ao primeiro tempo: 4 a 2

Com a equipe completamente abatida e sem ter muito o que fazer para parar o ímpeto do Santos, o técnico Gilmerim fez várias mudanças na equipe. Nada deu certo. E o time continuou tomando gols.

Do lado do Santos tudo data certo. Era só alegria. Tanto que ainda fizeram mais três gols no segundo tempo. Nando marcou mais dois gols e Edicarlos mais uma vez: placar final: 7 a 2 e Santos na final da Taça Cinquentenário.

Para a grande final, que será dia 19 de dezembro, o Santos tem a volta do zagueiro titular Ranieri, porém, sofreu duas grandes perdas: o polivalente Lêga e o maestro do time, o meio campista Yago, que até bem pouco tempo estava defendendo o Araripina F. C. na Série A2 do campeonato pernambucano. Ambos foram expulsos no segundo tempo e terão que cumprir suspensão automática de uma partida, ou seja, estão fora da decisão.

Nando - 4 gols no jogo e cinco no campeonato.
 
O adversário do Santos na final sairá do clássico  SPORT X NÁUTICO, que acontecerá neste domingo, dia 24/11, a partir das 15h30.

- O Sport disputou a primeira divisão trindadense pela primeira vez em 1987. O Náutico em 1994. Já se enfrentaram sete vezes. Deveria ter sido oito, mas o Sport não compareceu para a partida do dia 13/11/1994, aquela que deveria ser a primeira ( fonte de informações: LIVRO ARQUIVO - 2ª Edição ).

Veja o resultado de todos os jogos entre

SPORT X NÁUTICO
       W   X    O
        1   X     0
        1   X     2
        2   X     2
        1   X     0
        2   X     1
        0   X     2
        2   X     4

Portanto, sem contar o WO, os times estão empatados em 3 a 3 em número de vitórias. O Náutico leva pequena vantagem no saldo de gols: 11 a 9.

E domingo, vai dar quem? Vote na enquete ao lado.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIOS